Recaatingamento

19/07/2011

Uso ornamental da caatinga exige preservação das espécies

por

A Caatinga é o quarto bioma mais extenso do Brasil, chegando a ocupar 70% da região Nordeste e 11% do território nacional. Apesar de aparecer sempre relacionada ao fenômeno da seca, a flora da caatinga apresenta um grande potencial ornamental e produtivo. A maioria das espécies vegetais da caatinga possui características xerofíticas, como espinhos, folhas pequenas e finas. O ciclo fenológico é curto com perca de folhas na estação seca, as raízes são tuberosas e as sementes adormecem. No entanto, todas essas propriedades facilitam a sobrevivência das plantas no ecossistema.

A partir de vargens, sementes, raízes, flores e folhas secas da caatinga pode-se confeccionar peças requintadas para decoração, como caixas, arranjos, rosáceas, além de outros elementos artesanais como brincos, pulseiras e colares. Algumas plantas da caatinga como pereiro, mulungu, ipê-roxo, baraúna, caraibeira e juazeiro podem ser utilizadas na arborização de praças e jardins, o que deixa o ambiente mais bonito e arejado.

Contudo, na região do Vale do São Francisco, uma das plantas da caatinga mais requisitadas para a confecção de objetos artesanais é a umburana-de-cambão ou imburana vermelha. Geralmente o seu uso esta atrelado a produção de carrancas, as famosas carrancas do velho chico bastante encontradas nas embarcações. A umburana floresce entre os meses de outubro e dezembro e frutifica durante os meses de janeiro e março.

Pensando na perpetuação de algumas espécies da flora da caatinga, como as que foram citadas e na preservação ambiental de modo geral, o projeto Recaatingamento, realizado pelo Irpaa com patrocínio da Petrobras, há quase dois anos realiza a recuperação de áreas degradadas da caatinga, por meio do plantio de mudas nativas do bioma. Sabe-se que a devastação ambiental está atrelada às mudanças climáticas e ao uso abusivo dos potenciais produtivos do bioma.

O Recaatingamento trabalha em sete comunidades rurais do semiárido baiano, abrangendo uma área de aproximadamente 7 mil hectares. O plantio das mudas permite não apenas a preservação da vegetação da caatinga, mas a garantia da biodiversidade tanto da flora como da fauna do ecossistema.

DoDesign-s Design & Marketing

Realização:

Parceria:

Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada – IRPAA DoDesign-s Design & Marketing
» Recaatingamento. Bahia, Brasil . Telefone: (74) 3611-6481. Fax: (74) 3611-5385 . Fazer login