Recaatingamento

26/09/2011

Comunidades Fundo de Pasto vivenciam resultados do Recaatingamento

por

Cientes da importância de preservar o bioma Caatinga, de onde muitas famílias tiram o sustento, moradores/as de comunidades tradicionais Fundo de Pasto no sertão da Bahia, se animam ao verem os brotos que começam a surgir nas estacas de espécies nativas plantadas nas áreas protegidas para recuperação e preservação, através do Projeto recaatingamento, executado pelo Irpaa, com patrocínio da Petrobras, através do Programa Petrobras Ambiental.

Na comunidade de Fartura, a 87 Km do município de Sento Sé, as estacas de umburana que foram plantadas em mutirão no mês de julho, já apresentam folhagens, confirmando a técnica de plantio de estacas como uma importante prática que garante a reprodução das árvores adaptadas à caatinga.

O recaatingamento das áreas degradadas ajuda a proteger o solo da ação da água e do vento que contribuem para existência de fenômenos como as erosões. O plantio das estacas é feito disperso ou formando cercas vivas, barreiras formadas pelas próprias plantas que impedem a entrada de animais herbívoros. Com o passar dos anos, as estacas plantadas hoje poderão ser aproveitadas pela comunidade para o extrativismo de frutas silvestres, uso na medicina alternativa, fins madereiros, além do aproveitamento do potencial forrageiro.

Nas demais comunidades envolvidas com o Projeto Recaantigamento, também estão sendo realizados plantios através de estacas, incluindo outras espécies de plantas, como o mandacaru e o xique-xique na comunidade de Melancia, em Casa Nova, o quiabento em Curral Novo, município de Juazeiro e a macambira na comunidade de Angico, no município de Canudos.

 

 

DoDesign-s Design & Marketing

Realização:

Parceria:

Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada – IRPAA DoDesign-s Design & Marketing
» Recaatingamento. Bahia, Brasil . Telefone: (74) 3611-6481. Fax: (74) 3611-5385 . Fazer login