Recaatingamento

19/07/2011

Estados do Semiárido reconhecem e reproduzem práticas de Recaatingamento

por

Elaborado e posto em prática com o objetivo de contribuir para a mitigação dos efeitos da desertificação e do aquecimento global, o Projeto Recaatingamento tem chamado atenção de pessoas de diversas partes do Semiárido nordestino. Através dos instrumentos de comunicação, como o site, boletim e correio eletrônico, o Irpaa sido contactado por educadores/as, estudantes, pesquisadores, produtores/as que, após tomarem conhecimento das ações do projeto se interessam em replicar a experiência em suas regiões.

Representantes de universidades como UNIVASF, UFPE, UFRPE e UNEB, sobretudo de áreas ligadas às ciências naturais, tem se interessado pela iniciativa do Irpaa, desenvolvida com o patrocínio da Petrobras, inclusive apontando a possibilidade de parcerias para projetos futuros. O Recaatingamento já é parceiro de instituições como UNEB e UNIVASF, ambas com campus em Juazeiro.

Tem sido constatada também a busca de informações sobre aquisição de mudas nativas da caatinga, a fim de serem plantadas em áreas degradadas. São proprietários de áreas localizadas em cidades como Euclides da Cunha e Santanópolis, na Bahia, Salgueiro e Parnamirim, em Pernambuco, entre outras cidades da região.

Escolas de Fortaleza e do interior do Ceará também se interessaram pela temática e tem solicitado materiais informativos a fim de trabalhar a importância da preservação do bioma e a educação ambiental com crianças. Nesse sentido, tem sido realizadas feiras, mostras, blocos carnavalescos envolvendo as/os estudantes com a temática, tendo por base a proposta que vem sendo difundida pelo Irpaa no Semiárido nordestino.

Os principais recursos utilizados para divulgação do projeto e das temáticas relacionadas tem sido sites, boletim eletrônico, panfletos, programa de rádio, além do contato permanente com os meios de comunicação da região, entendendo a comunicação como uma importante estratégia para chamar atenção da sociedade para as causas ambientais.

O Recaatingamento, que visa o sequestro e fixação de carbono e a conservação e recuperação do bioma caatinga é desenvolvido em comunidades agropastoris e extrativistas, as quais que tem na caatinga a base da vida, da produção e manutenção das mesmas. As ações do projeto voltam-se para comunidades tradicionais Fundo de Pasto, capacitando produtores e produtoras a serem protagonistas na conservação e recuperação do ambiente onde vivem.

DoDesign-s Design & Marketing

Realização:

Parceria:

Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada – IRPAA DoDesign-s Design & Marketing
» Recaatingamento. Bahia, Brasil . Telefone: (74) 3611-6481. Fax: (74) 3611-5385 . Fazer login