Recaatingamento

16/09/2010

Comunidades Recaatingueiras visitam Embrapa Semiárido

por

Um grupo com mais de 40 pessoas, entre agricultores oriundos das comunidades do Projeto Recaatingamento, agentes ambientais e técnicos do Irpaa visitaram no dia 24 de julho, experimentos da Embrapa Semiárido em Petrolina-PE.

Durante o dia de campo, o grupo conheceu exemplos práticos do uso racional da água, como a cisterna-calçadão, em que se é possível plantar até 36 árvores frutíferas com segurança hídrica. Para demonstrar o experimento, pesquisadores da Embrapa explicaram o funcionamento das tecnologias de convivência com o semiárido e mostraram sua prática. Conforme o assistente de pesquisa da Embrapa, Nilton de Brito, “a idéia básica é fazer com que o agricultor possa utilizar a água de forma racional, aproveitando parte do excedente para produzir alimentos ou ração para os animais”, afirma.

Outra tecnologia que chamou a atenção dos agricultores foi a implantação de barragens subterrâneas, uma tecnologia que permite o barramento do fluxo de agua no solo potencializando a produção de alimentos.

A visita faz parte do Projeto Recaatigamento, executado pelo Irpaa com patrocínio do Programa Petrobrás Ambiental, conforme explica o coordenador do projeto, José Moacir dos Santos: “Nossa vinda visa que as pessoas conheçam as tecnologias de captação e manejo de água e solo com a finalidade de produzir alimentos, apropriadas ao nosso clima”.

Comunidades Recaatingueiras e Equipe do IRPAA na unidade da Embrapa Semiárido

Além dos campos experimentais, o grupo adquiriu material didático sobre técnicas de convivência com o semiárido, como captação e armazenamento de água, sistemas de irrigação e técnicas de domesticação de plantas nativas, como maracujá do mato e umbu.

DoDesign-s Design & Marketing

Realização:

Parceria:

Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada – IRPAA DoDesign-s Design & Marketing
» Recaatingamento. Bahia, Brasil . Telefone: (74) 3611-6481. Fax: (74) 3611-5385 . Fazer login